Adoração: Fruto de relacionamento



Texto base:
João 4:23.

"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem."


Este texto de João é um texto muito conhecido, utilizado em vários momentos relacionados à adoração, ele se torna singular quanto observamos que o Pai não procura adoração e sim adoradores. O que atrai esta busca do Senhor? Muitas pessoas pensam que adoração está relacionada apenas a um período determinado do culto devido ao momento do louvor, outros acreditam que a adoração esta relacionada exclusivamente à música (o que não é verdade), e que ela é fruto de um momento apenas cultual, ou instante de devocional. Estes conceitos errôneos estão ligados basicamente ao mesmo motivo; a falta de relacionamento com Deus.

Adorar a Deus vai além do que apenas um momento cultural, envolve uma vida de constante separação e busca da sua presença. Quando analisamos a vida dos grandes homens da bíblia observamos que em suas jornadas o relacionamento com o Senhor sempre esteve atrelado a uma vida de adoração, é impossível desenvolver um relacionamento com Ele sem que haja um desejo ardente de adorá-lo. Quanto mais profundo for este relacionamento, mais íntima será a adoração, em outras palavras a Adoração é fruto de Relacionamento. Podemos citar Abraão como alguém que pautou a sua caminhada com Deus num relacionamento de constante adoração, em diversos momentos da sua vida o vemos edificando altares, reconhecendo a grandeza e o Senhorio de Deus.

1º Altar - SIQUÉM (Altar da Promessa)
"...E passou Abrão por aquela terra até ao lugar de Siquém, até ao carvalho de Moré; e estavam, então, os cananeus na terra. E apareceu o SENHOR a Abrão e disse: À tua semente darei esta terra. E edificou ali um altar ao SENHOR, que lhe aparecera..." Gênesis 12:6 e 7;

2º Altar - BETEL (Altar da Comunhão) Betel significa "Casa de Deus"
"...E moveu-se dali para a montanha à banda do oriente de Betel e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente e Ai ao oriente; e edificou ali um altar ao SENHOR e invocou o nome do SENHOR..." Gênesis 12:8;

3º Altar - HEBROM (Recomeço)
"...E Abrão armou as suas tendas, e veio, e habitou nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e edificou ali um altar ao SENHOR..." Genesis 13:18;

4º Altar - MORIÁ (Provação)
"...E vieram ao lugar que Deus lhes dissera, e edificou Abraão ali um altar, e pôs em ordem a lenha, e amarrou a Isaque, seu filho, e deitou-o sobre o altar em cima da lenha..." Gênesis 22:9.


Talvez você pergunte; como podemos nos relacionar com Deus? Simples, amando-O acima de todas as coisas - Mateus 22:37: "Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento" e seguindo a sua palavra - Salmos 119:2-3 "Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos, que o buscam de todo o coração, que não praticam iniqüidade, mas andam nos caminhos dele!".


IMPORTANTE: Verdadeiramente nos relacionamos com Deus quando o conhecemos e praticamos a sua palavra. Por isso devemos:
A. Ler a Palavra - conhecer a sua verdade, conhecer a nossa regra de fé, obtendo informações que só ela tem para dar.
B. Meditar na Palavra – É penetrar nela, interiorizar, obtendo significado de cada parte ali contida, equivale a alimentar-se dela.
C. Praticar a Palavra – Mateus 7:24 – Ter a Palavra de Deus como verdade em sua vida, pondo-a em prática.

Em Cristo,
Bruno Nakakura.

Licença Creative Commons

Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons.




comments powered by Disqus
© 2014 Bruno Nakakura - Todos os direitos reservados