Gratidão: Uma das bases da Adoração



Texto Base:
Lucas Capítulo 17: 11 – 19.

A cura dos dez leprosos.

Os leprosos representam o homem sem Deus, doente, destituído da glória, sem contato com o Criador.


O Texto retrata a cura de um grupo com Dez Leprosos, Jesus ia de Caminho a Jerusalém, passava pelo meio de Samaria e da Galiléia, ao entrar numa aldeia saíram-lhe ao encontro dez leprosos, a passagem enfatiza que de longe eles gritaram ao Filho de Deus: "Jesus, Mestre, compadece-te de nós". Assim como os Leprosos, nós também éramos impuros diante de Deus por causa do pecado, afastados por causa da nossa impureza, não tínhamos condições de nos achegar a Ele. Jesus teve compaixão de nós!


*A lepra conhecida também como hanseníase é uma doença infecciosa causada pelo bacilo Mycobacterium leprae (também conhecida como bacilo-de-hansen) que afeta os nervos e a pele e que provoca danos severos, ela causa a perda da sensibilidade.


Conforme a Lei Mosaica os leprosos não poderiam ter contato com o restante da nação de Israel, eles ficavam fora do Arraial, tinham seus utensílios exclusivos, aquele que se aproximava ou tinha contanto com estes, era considerado impuro também, e como tal teria que se purificar, ficando fora do arraial (Levítico 13 e 14).

Cristo libera uma palavra (verso 14) aos dez leprosos pedindo que fossem ao sacerdote, o texto retrata que durante a caminhada eles receberam a cura. Existem momentos que não entendemos certos comandos de Deus, questionamos seus direcionamentos, que aparentemente não resolvem os nossos problemas, mas no final o nome do Senhor é glorificado, o milagre acontece! Daquele grupo de dez pessoas curadas apenas um voltou para agradecer a Cristo. Este homem imediatamente se prostrou diante de Jesus, a sua atitude mostra o reconhecimento e a gratidão ao Filho de Deus. De acordo com a palavra esta situação gerou uma indagação por parte de Jesus no verso 17: "Perguntou, pois, Jesus: Não foram limpos os dez? E os nove, onde estão?" Um grupo de 10 leprosos foram curados, no entanto, apenas um externou a sua gratidão ao regressar.

Jesus nos deu não apenas a condição de nos reaproximarmos dele, literalmente ele rasgou o véu da separação (Marcos 15:38), isso implica dizer, que temos através do seu sangue livre acesso ao Pai (Efésios 2:18). Podemos entrar com intrepidez em sua presença (Hebreus 10:19-20). Vivemos dias em que o evangelho tem sido pregado informando que este caminho ao Pai foi aberto e que podemos nos achegar a Ele. Até aí não há problemas, no entanto, o cerne da mensagem pregadas nos nossos dias tem sido errôneo ao passo que têm nos distanciado do Pai. Muitos recebem o evangelho, "tomam posse" da benção e não voltam mais. Hoje o contexto mostra uma realidade desfocada em relação à pura mensagem; que é a Cruz. Mais do que ir ao sacerdote e receber a cura ou mesmos as "bençãos" do reino, este evangelho tem sido reflexo dos nove leprosos que não voltaram.

A palavra em sua essência nos convida a voltar, a reconhecer e dar a Glória devida ao seu nome (Salmos 29:02). Adoração é a resposta a uma revelação! Esta resposta é na forma de gratidão, pois não tínhamos condições de pagar o preço que foi pago, Cristo entra na história do homem dando a oportunidade da absolvição. Nenhuma condenação há para aqueles que estão em Cristo Jesus (Romanos 8:01). Oh aleluia! A revelação nos convida a andar com Cristo reconhecendo a sua grandeza, assim como aquele único homem que voltou. Jesus quis dizer que o ato de não ter voltado dos nove, falou mais forte do que aquele que voltou. "E os nove, onde estão?", semelhantemente hoje muitos não têm voltado! Servir a Deus vai além do que as suas mãos podem dar, seja um bem físico ou espiritual, implica em se prostrar e agradecer por aquilo que não tínhamos condições de fazer; que é pagar pelos nossos pecados.


Enfim, gratidão significa: Reconhecimento por um benefício recebido; agradecimento: dar provas de gratidão. A maior prova que podemos dar do nosso amor a Cristo é permanecer firmes na sua palavra. Gálatas 5:01 "Para a liberdade Cristo nos libertou; permanecei, pois, firmes e não vos dobreis novamente a um jugo de escravidão".


Em Cristo,
Bruno Nakakura.

*Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lepra

Licença Creative Commons

Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons.




comments powered by Disqus
© 2014 Bruno Nakakura - Todos os direitos reservados