Artigo: Quando vier o Filho do Homem, porventura achará Fé na Terra?



Por Lázaro Justo Jacinto

Esta curiosa e importante pergunta fez Jesus Cristo quando contava a Parábola sobre o dever de orar sempre, e nunca desfalecer, que a minha versão bíblica traz o título de "A Parábola do Juiz Iníquo", apresentada no Evangelho de Lucas, 18:1-8.

Na noite de terça-feira, 08/05/2001, eu ministrava um estudo bíblico para um considerável grupo, na residência de um irmão em Cristo, quando me propus iniciá-lo repetindo-lhe esta pergunta de Jesus, objetivando obter as respostas, que foram bem divergentes: Uns disseram que Jesus achará fé na Terra, pois sempre existirá o povo de Deus que, zeloso, a guardará; já outros optaram pela negativa, porque, segundo eles, Jesus voltará num momento tão caótico, que a fé não mais existirá...

Bem, mister se faz começar este artigo definindo a fé. E a melhor definição é a apresentada pela própria Palavra de Deus: "Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem." (Hb.11:1)

Este versículo definidor da fé, por si só já responde positivamente à pergunta de Jesus, pois, dentre as coisas que o crente espera, nesta vida, inerentes ao Reino de Deus, a principal delas, a mais desejada, a mais aguardada, é o Arrebatamento dos Salvos, que é a culminância da fé. Então eu creio que, quando o Senhor Jesus vier, no Inexprimível Evento da Parousia, Ele encontrará os seus remidos no auge da Esperança, aguardando-o com toda fé!

Aliás, só aguardam o Inefável Arrebatamento, que é a esperança máxima dos crentes, os verdadeiros Atalaias da Fé, pois eles são a "Igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer coisa semelhante, mas santa e irrepreensível." (Ef.5:27)

O Apóstolo Paulo disse: "AGORA, pois, PERMANECEM A FÉ, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor." (1Co.13:13)

O AGORA de Paulo é também o nosso AGORA, deste exato momento, bem como será o dos cristãos dos próximos séculos, se o Senhor não vier antes. E, AGORA PERMANECE A FÉ, significa que a fé permanecia no AGORA de Paulo (ontem), permanece no nosso AGORA (hoje), e permanecerá sempre, no AGORA dos cristãos do futuro. Ou seja, esse AGORA é para todos os tempos.

Permanecer significa continuar a ser ou ficar; conservar-se. A fé, nos tempos apostólicos, permanecia firme, conservava-se, assim como hoje ela permanece, continua, conserva-se inabalável nos corações de todos os que amam a Vinda do Senhor Jesus Cristo.

A fé permanecia, permanece e permanecerá, porque é absolutamente impossível desarraigá-la do Livro Sagrado e dos corações dos cristãos.

Os Cristãos Primitivos, logo após a Elevação do Senhor Jesus Cristo ao Trono da Glória, isto é, ainda nos tempos apostólicos, já esperavam a Segunda Vinda do Senhor Jesus para aqueles dias (Rm.13:11; Fl.4:5; 1Ts.5:2,3; Hb.10:25,37; Tg.5:8; 1Pd.4:7; 2Pd.3:10; Ap.1:3; 22:7,12,20); destarte, os escritores neotestamentários demonstraram, diligentemente, a fé em todos os seus Livros e Epístolas, exortando-nos para o exercício contínuo da mesma (At.3:16; 6:5,7; 11:24; 13:8; 14:9,22,27; 15:9; 16:5; 20:21; 24:24; 26:18; Rm.1:5,8,12,17; 3:22,25-28,30,31; 4:5,9,11-14,16,19,20; 5:1,2; 9:30; 10:6,17; 11:20; 12:3,6; 14:1,22,23; 15:13; 16:26; 1Co.2:5; 12:9; 13:2,13; 15:17; 16:13; 2Co.1:24; 4:13; 5:7; 8:7; 10:15; 13:5; Gl.1:23; 2:16,20; 3:2,5,7-9,11,12,14,23-26; 5:6; 6:10; Ef.1:15; 2:8; 3:12,17; 4:5,13; 6:16,23; Fl.1:27; 2:17; 3:9; Cl.1:4,23; 2:5,7,12; 1Ts.1:3,8; 3:2,5-7,10; 5:8; 2Ts.1:4,11; 2:13; 3:2; 1Tm.1:2,4,5,14,19; 2:7,15; 3:9,13; 4:1,12; 5:8,12; 6:10,12,21; 2Tm.1:5,13; 2:18,22; 3:8,10,15; 4:7; Tt.1:1,4,13; 2:2; 3:15; Fm.5:6; Hb.6:12; 10:22,38; 11:1,3-9,11,13,17,20-24,27-31,33,39; 12:2; 13:7; Tg.1:3,6; 2:1,5,14,17,18,20,22,24,26;5:15; 1Pd.1:5,7,9,21; 5:9; 2Pd.1:1,5; 1Jo.5:4; Jd.3,20; Ap.2:13,19; 13:10; 14:12).

Em permanecendo a fé, permanece também a esperança, pois esta é fruto daquela, porque "a fé é o firme fundamento das coisas que se ESPERAM..." (Hb.11:1). E a esperança é definida como ato ou efeito de esperar; fé em conseguir o que se deseja. Então, só se pode esperar algo ou alguém, com fé!

É como a inocente criança que, no verdadeiro exercício da fé, espera nos pais a contemplação de um brinquedo!

E, se não há esperança sem fé, logicamente não há amor sem esperança, porque quem ama sempre espera. Como diz o Apóstolo: "O AMOR (...) TUDO ESPERA." (1Co.13:4,7).

As três virtudes teologais: A Fé, a Esperança e o Amor, são indissociáveis na vida do regenerado, do salvo.

Para o Apóstolo Pedro, elas são virtudes VIVAS, permanecentes em nós; portanto, permanentemente em vigor: "Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos regenerou para uma VIVA ESPERANÇA, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, (...) que pelo poder de Deus sois guardados, MEDIANTE A FÉ, (...) para que A PROVA DA VOSSA FÉ, mais preciosa do que o ouro que perece, embora provado pelo fogo, redunde para louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo." (1Pd.1:3,5,7).

Diz-nos ainda o Apóstolo: "Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da ESPERANÇA QUE HÁ EM VÓS." (id.3:15).

E ele pede-nos para acrescentarmos à fé outras virtudes, culminando todas elas no amor: "E por isso mesmo vós, empregando toda a diligência, ACRESCENTAI À VOSSA FÉ a virtude, e à virtude a ciência, e à ciência o domínio próprio, e ao domínio próprio a perseverança, e à perseverança a piedade, e à piedade a fraternidade, e à fraternidade O AMOR." (2Pd.1:5-7)

Das três virtudes teologais, o amor é enfatizado porque é o único que nunca acaba: "O AMOR JAMAIS ACABA." (1Co.13:8).

A fé e a esperança acabarão um dia.

Certa vez eu vi, estampado numa camiseta, o seguinte dizer: "A esperança é a última que morre... Mas morre!".

É verdade, pois a esperança, com a fé, há de findar-se. Ora, quando eu estiver face a face com Jesus Cristo, para quê continuar esperando-o? Ninguém fica plantado numa rodoviária à espera do ônibus, tendo este já chegado. A gente espera o tempo que for preciso, mas quando ele chega, cessa então toda a espera.

De igual forma, eu não posso, uma vez que me encontrar diante de Jesus, demonstrar-lhe a minha fé nem dizer que o estou esperando, pois qual a necessidade da minha fé e esperança, se estarei vendo-o (Rm.8:24,25)? Nesse momento, quando me encontrar diante do Senhor Jesus, a minha fé e esperança serão coisas passadas, definitivamente extintas, mas o meu amor, que jamais acaba, esse sim, eu vou poder demonstrar-lhe eternamente, assim como usufruirei eternamente do seu Bendito Amor!

Pedro diz que quando ocorrer a Salvação final, ou seja, quando o Senhor Jesus Cristo nos levar para junto de si, naquele momento a fé alcançará o seu fim: "alcançando O FIM DA VOSSA FÉ, a salvação das vossas almas." (1Pd.1:9)

"QUANDO VIER O FILHO DO HOMEM, PORVENTURA ACHARÁ FÉ NA TERRA?" (Lc.18:8)

Ficamos cá a pensar: Se Jesus sabe todas as coisas (Mt.28:18; Jo.21:17), por que Ele fez esta pergunta?

É porque Ele se compraz na nossa demonstração de fé, sempre que lhe respondemos às perguntas, como estou fazendo agora.

Quando o Senhor, já ressurreto, perguntou a Pedro, por três vezes, se ele o amava, o discípulo, então, afirmando positivamente, disse a Jesus: "Senhor, TU SABES TODAS AS COISAS; tu sabes que te amo." (Jo.21:17)

Com toda convicção, com a mais absoluta convicção, eu afirmo que o Senhor Jesus Cristo, na sua Gloriosa Vinda, achará fé na Terra, em virtude de Ele mesmo ter rogado ao Pai, na sua perfeita e infalível oração, para que a nossa fé não desfaleça (Lc.22:32); "sim, a fé, que vem por Ele" (At.3:16); a "fé que de uma vez para sempre foi entregue aos santos" (Jd.3), permanecerá, visto que "Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor" (1Co.13:13); e, se agora permanece a fé, nós, os discípulos de Jesus, devemos perseverar na fé (At.14:22), sabendo que somente os seguidores de Jesus podem nela perseverar, "porque a fé não é de todos" (2Ts.3:2); por isso "o justo viverá da fé." (Rm.1:17; Gl.3:11; Hb.10:38); e o justo, que vive da fé, na fé e pela fé, vive sempre "fitando os olhos em Jesus, Autor e Consumador da nossa fé." (Hb.12:2); e, com seus olhos fitos em Jesus, o justo finalmente poderá dizer, como Paulo: "Combati o bom combate, acabei a carreira, GUARDEI A FÉ." (2Tm.4:7).

Ordena-nos ainda a Palavra de Deus, Palavra "Viva e Eficaz" (Hb.4:12), Palavra fiel e "digna de toda a aceitação" (1Tm.1:15); ordena-nos Deus em sua Palavra: "Mas vós, amados, edificando-vos sobre a vossa SANTÍSSIMA FÉ, orando no Espírito Santo, conservai-vos no AMOR de Deus, ESPERANDO a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a Vida Eterna." (Jd.20,21). Amém!


Deus abençoe!
Lázaro Justo Jacinto

Fonte: http://www.webartigos.com/artigos/quando-vier-o-filho-do-homem-porventura-achara-fe-na-terra/37334




comments powered by Disqus
© 2014 Bruno Nakakura - Todos os direitos reservados